Basquete

Julia tem propostas, mas nenhuma do Nhô Quim

Convocada para seleção em janeiro, atleta ex-XV está com futuro indefinido

Julia Carvalho, jogadora da equipe de basquete do XV de Piracicaba
Julia participou de um evento-teste com a seleção brasileira (Foto: Adilson Zavarize/Divulgação)

A ala Julia Carvalho se destacou no Campeonato Paulista da Série A2 pelo XV de Piracicaba, em 2015, e começou este ano com uma convocação para a seleção brasileira de basquete. Ela, no entanto, está desempregada desde o fim do Estadual, quando se desvinculou do Alvinegro, e não sabe qual equipe defenderá em 2016. O Nhô Quim ainda não entrou em contato com a atleta para discutir uma eventual contratação.

A convocação de Julia deve valorizar a atleta, que ainda não sabe onde vai jogar neste ano

Ao LÍDER, a jogadora revelou que já houve ofertas de outros clubes. “Não tenho ideia de qual time irei jogar. Tenho algumas propostas, mas ainda não recebi nenhuma de Piracicaba”, afirmou. Em contrapartida, o XV ainda não definiu o planejamento para esta temporada. O técnico Ariel Rodrigues contou que se reunirá com o secretário de Esportes, Johnny Godoy, antes de ir atrás de reforços. “Como ainda não tivemos uma reunião final com o secretário para definirmos como será este ano, não começamos a acertar com as atletas”, informou.

Na visão do comandante, a convocação de Julia à seleção brasileira favorece a imagem do Alvinegro, mas poderá dificultar uma possível negociação entre as duas partes. “Para nós, é bom. Dá um pouco mais de visibilidade para o XV, mostra o trabalho que estamos fazendo e que fizemos no ano passado. Por outro lado, às vezes, complica um pouco mais as coisas, porque ela acaba se valorizando, inclusive na questão salarial”, disse.

A ala foi chamada por Antônio Carlos Barbosa, treinador da seleção brasileira, para um evento-teste da modalidade para os Jogos Olímpicos. O torneio aconteceu entre os dias 15 e 17 de janeiro, no Rio de Janeiro. “Foi muito bom. Dei o meu melhor e treinarei bastante para buscar uma vaga na equipe que participará das Olimpíadas. Sei como está a situação do basquete feminino, da confusão entre clubes e seleção”, ressaltou Julia.

UNIFICAÇÃO

Rodrigues contou que, nesta quarta-feira (3), haverá um encontro na FPB (Federação Paulista de Basquete) para definição das competições de 2016. Segundo o técnico, a entidade trabalha com a possibilidade de unir as duas divisões do Campeonato Paulista. O calendário estadual deverá começar na segunda quinzena de março. Para esta temporada, o XV também quer montar uma equipe para o torneio sub-19 da FPB.

Início