Kickboxing

Jampa cumpre promessa, mas é prejudicado

Piracicabano é campeão paulista no full contact; mas dispara contra arbitragem

Jampa Leibholz e Marcelo Rodrigues, atletas de kickboxing da academia Chock Dee
Jampa e Marcelo: alegria pelos títulos, decepção pela organização (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Na véspera do Campeonato Paulista de Kickboxing, Jampa Leibholz disse que conquistaria pelo menos uma medalha de ouro. O título veio no último domingo (23), na cidade de Itu, pela categoria full contact. O atleta da academia Chock Dee, porém, não ficou plenamente satisfeito com os resultados nas duas outras categorias que disputou. Reconhecendo a derrota na final do light contact, Jampa deixou o ginásio bastante irritado com a arbitragem na categoria kick light, quando obteve a segunda medalha de prata no torneio.

“No light contact, eu realmente perdi a luta por pontos, apesar de ter sido uma luta muito boa. No kick light, fui muito prejudicado. Lutei bem melhor que o adversário, fiz mais pontos e desenvolvi melhor o jogo. Houve muitas falhas de arbitragem. Não adianta colocar para arbitrar alguém que não conhece as regras, é um absurdo. Vários atletas reclamaram, não falo apenas por mim, o nível da arbitragem foi ruim mesmo”, declarou Jampa.

CONQUISTA

A Chock Dee também trouxe para Piracicaba o ouro na categoria low kick 91 kg, com Marcelo Augusto Rodrigues. Experiente, o atleta sagrou-se bicampeão estadual após vencer os dois combates que realizou em Itu. “É mais um título importante para minha carreira, o que me deixa bastante feliz. A nossa equipe está de parabéns”, disse. O lutador de 36 anos também não mostrou contentamento com a organização. “Houve problema em relação à pauta do evento, sim. A pauta não foi correta. A pesagem, por exemplo, atrasou e isso atrapalha bastante para a recuperação do atleta”, explicou.

“A programação nossa era para lutar sábado, mas faltou organização e, para piorar, acabou a energia elétrica do ginásio, aí eles jogaram a luta para o domingo. Nós poderíamos ter ficado em casa, nos alimentado bem. No fim, tivemos que voltar a Piracicaba e ir para Itu novamente. Isso prejudica demais. Não pude comer bem, dormi mal. É complicado”, completou Jampa, que conta com apoio de Bernardo Bianchini Leibholz, Company Top Fight e Gato Preto Cross-Fit. A academia Chock Dee está localizada à rua 13 de maio, 474, Centro. Informações pelo telefone (19) 3042.8099 ou pelo site www.academiachockdee.com.br.

Início