Kickboxing

Isaias Silva é campeão continental no Paraná

Lutador piracicabano vence Campeonato Sul-Americano em Foz do Iguaçu

Isaias Silva, lutador piracicabano de Kickboxing
Isaias Silva coleciona títulos ao longo da carreira de lutador de kickboxing (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Isaias Silva é campeão sul-americano de kickboxing. O título foi conquistado no último fim de semana, em Foz do Iguaçu (PR), na categoria low kicks (60 kg). A competição colocou ponto final no circuito amador de 2017. Feliz com o resultado, o lutador piracicabano, que defende o Yoshinaga Fight Team, de Mogi das Cruzes, avaliou como ‘positiva’ a participação no evento, mas disse que saiu do Estado do Paraná com a convicção de que pode evoluir muito no esporte.

“Em relação à expectativa de luta, foi bom, consegui desenvolver o que eu estava treinando e o resultado foi excelente. É claro que há muito o que corrigir e melhorar, mas a participação foi positiva para ver onde estou errando e o que fiz bem. No geral, a medalha de ouro foi bastante satisfatória”, afirmou o lutador, que não planeja parar nas festas de fim de ano devido aos compromissos agendados para o início de 2018. “Os treinos continuam e o foco será o mesmo. Já tenho algumas lutas programadas para janeiro e fevereiro, vou dar continuidade ao trabalho”, contou.

A próxima temporada, aliás, será de transição para o atleta, que declarou recentemente que irá se dedicar para o MMA (sigla em inglês para artes marciais mistas). Perguntado sobre o planejamento  para o período de adaptação, Isaias Silva garante que a mudança se dará de forma natural. “Como tenho algumas lutas em pé marcadas, vou focar mais no MMA quando for o momento ideal. O MMA será algo prioritário a partir de março ou abril”, revelou o atleta, que conta com apoio da CPU Informática e Sino Informática.

“É claro que terei de passar por essa transição, mas sinto uma energia bastante positiva. Agradeço às pessoas de Piracicaba que estavam torcendo por mim e ao pessoal de Mogi das Cruzes, que me receberam muito bem”, disse Isaias, que destacou o trabalho de Malu Borges e Eduardo Bose, responsáveis pelo Best (Técnica de Sincronização Bioenergética). “Foi muito importante, me ajudou muito. Estou em uma grande fase, tive uma evolução e isso é só o começo”, completou o lutador.

Início