Karatê

Hernani brilha no Arnold Classic; Maria é prata

Atletas de Piracicaba medalham em evento internacional no Rio de Janeiro

Hernani Veríssimo, atleta da equipe de karatê Sport Way Piracicaba
Hernani Veríssimo: ouro e moral de olho no Campeonato Pan-americano (Foto: Líder Esportes)

O piracicabano Hernani Veríssimo conquistou neste domingo (3), no Rio de Janeiro, a medalha de ouro no 4º Aberto Internacional Arnold Classic – Brasil. O atleta da academia Sport Way, que desde março integra a seleção brasileira adulta, venceu os quatro combates que disputou na categoria -75 kg individual e ganhou 60 pontos no ranking nacional da CBK (Confederação Brasileira de Karatê). Na disputa por equipes, Hernani ficou com o vice-campeonato. As eliminatórias foram realizadas na sede do Clube de Regatas Vasco da Gama, enquanto as finais ocorreram no Rio Centro, na Barra da Tijuca.

Hernani e Maria Eliza foram os medalhistas de Piracicaba no Arnold Classic

“Graças a Deus, consegui mais um título. Estou muito feliz”, disse Hernani, que foi crítico ao analisar o próprio desempenho. “Fui bem, mas percebi que tenho muita coisa para corrigir antes do Pan”, afirmou o atleta. O Campeonato Pan-americano de karatê acontece em maio, também no Rio de Janeiro. Hernani se apresenta dia 20 e encerra a participação dia 29. “Como é meu primeiro Pan-americano adulto, minha expectativa é estar no pódio”, completou.

Consolidado na categoria -75 kg, o piracicabano coloca como objetivo principal assumir a liderança do ranking em 2016 – situação que o deixaria mais tranquilo para planejar a próxima temporada. “Consegui a vaga na seleção brasileira adulta depois de bater na trave em 2015. O objetivo é me manter e virar o ano em primeiro lugar para não precisar da seletiva em 2017”, afirmou o karateca.

PRATA

Hernani não foi o único atleta da equipe Selam/Sport Way/Sindicato dos Metalúrgicos/Açaí Mil & Ross/JF Comercial/Onodera Piracicaba/Galileo Grill Restaurante/Tatu Suplementos a brilhar no 4º Aberto Internacional Arnold Classic – Brasil. Inscrita de ‘última hora’, Maria Eliza faturou a prata na categoria adulta -55 kg. Após vencer dois combates – um deles contra Júlia Hort -, a karateca de Piracicaba perdeu a decisão e ficou com o vice-campeonato.

“Eu fiz três lutas contando a final. Fiquei feliz com o resultado porque eu consegui vencer uma atleta difícil (Júlia Hort), que tem que se destacado bastante. Na verdade, ela vai para o Campeonato Pan-americano sênior (adulto). E eu venci ela na semifinal, então fiquei feliz por isso. Na decisão, por um ‘errinho’ eu não consegui ganhar. Mas, de qualquer forma, fiquei feliz”, analisou Maria Eliza.

Início