Karatê

Grupo inicia pré-temporada em Piracicaba

Treinamentos são realizados duas vezes ao dia na academia Sport Way

Seleção Brasileira Feminina de Karatê
Natalia, Stéphani, Renata e Valéria: quarteto treina em Piracicaba (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

A equipe piracicabana de karatê recebe nesta semana sete atletas na academia Sport Way, em Piracicaba, em fase de preparação para a temporada 2018. A lista conta com Davi Pedreira, Diego Moraes, Lucas Azevedo e Renata Trevisan, além de Valéria Kumizaki, terceira do ranking mundial na categoria -55 kg, Vinicius Figueira, vice-líder do ranking mundial (-67 kg) e Stéphani Trevisan, atleta que ingressou na seleção brasileira sênior (-61 kg) em 2018. Da equipe Sport Way/Selam/Apreciate/Lourenço Alimentos/Tokaido, participam do trabalho Hernani Veríssimo e Natalia Brozulatto.

“Nós estamos realizando dois treinos diários. Na próxima quinta-feira (18), vamos viajar para Londrina e participaremos de um camp de treinamento. É muito legal reunir atletas desse nível em Piracicaba, agrega muito para todos nós. O Brasil é grande e não há bons atletas em quantidade em todos os lugares, então, quando conseguimos reunir um bom número de atletas qualificados, o trabalho rende melhor”, afirmou o treinador Diego Spigolon. No Paraná, ele será responsável pelo camp ao lado do professor Marcelo Oguido.

RETORNO

Sem folga desde o início do ano, o grupo piracicabano treina desde o dia 2 de janeiro. O destaque é o retorno ao trabalho do atual bicampeão pan-americano, Hernani Veríssimo, recuperado de uma lesão no ombro. A primeira competição do lutador em 2018 deverá ser em Rabat, na etapa do Marrocos da Premier League, marcada para o mês de abril. “É um ano promissor. Desta vez, poderemos contar com a estrutura que vamos conseguir por meio do chamamento público e dos projetos sociais em que vamos atuar”, disse.

“Nós queremos iniciar o projeto nos novos núcleos e realizar um trabalho de base bem feito para, quem sabe, fomentar o alto rendimento no futuro. Queremos consolidar o karatê piracicabano como algo cada vez mais forte”, afirmou Spigolon, que também dirige a seleção brasileira. “Em setembro, começa a valer a pontuação para o ranking pensando nas Olimpíadas. Além disso, o Sul-Americano é classificatório para os Jogos Pan-Americanos. Nós temos bons atletas, que são referências na América do Sul. Esperamos que seja mais um evento de êxito para a seleção brasileira. A expectativa é de um ano muito bom”, completou o treinador.

Seleção Brasileira Masculina de Karatê

Diego Spigolon, Vinicius, Diego e Lucas: equipe trabalha duas vezes diariamente (Foto: Líder Esportes)

Início