Ciclismo

Green enfrenta dificuldades, mas chega em 4º

Equipe supera três desfalques e um atleta eliminado logo na primeira volta

Glauber Nascimento, ciclista da equipe Green Piracicaba
O ciclista Glauber Nascimento fez excelente prova em Indaiatuba (Foto: Nicola Pizzaro/FPCiclismo)

Mesmo desfalcada de três ciclistas e com problemas mecânicos na bicicleta de Fábio Ribeiro logo na primeira volta, a equipe Green Piracicaba conquistou o quarto lugar na 67ª edição da Prova Ciclística 1º de Maio, disputada no último fim de semana em Indaiatuba. O resultado foi alcançado pelo atleta Glauber Nascimento, que vinha de vitória no Desafio 100 km de Ciclismo, em Goiás. A competição, terceira mais antiga do Brasil, dá pontuação máxima para o ranking nacional, considerando apenas corridas de um dia.

“A prova reuniu os principais nomes do país e correr em equipe faz muita diferença. O Glauber fez um trabalho de grande qualidade, mais uma vez. Para mim, é um dos nomes do Brasil para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020”, elogiou Marcos Novello, que não pôde competir em Indaiatuba. A Green Piracicaba largou apenas com Fábio Ribeiro e Glauber Nascimento, mas o primeiro teve de abandonar a competição logo na primeira volta, com problemas mecânicos na bicicleta.

O cálculo errado nos metros finais tirou de Glauber uma vitória que entraria para a história da competição

“Ambos estão em excelente forma. O Fábio havia vencido uma prova de MTB um dia antes e o Glauber vinha de vitória em Goiânia, nós sabíamos que ele era um dos favoritos para a 1º de Maio. O Glauber se encaixou em uma fuga importante e no momento certo, o que mostra grande visão de corrida. Essa fuga chegou ao final da prova vindo com nove atletas para o sprint final”, completou Novello.

O atleta de Piracicaba liderava a prova restando 100 m para a linha de chegada, mas acabou ultrapassado. “Eu vinha brigando pela vitória, mas em uma fração de segundo tudo muda, calculei errado e me faltou um pouco de forças no final. Porém, estou muito feliz com o resultado e pela forma como ele veio”, relatou o ciclista da equipe Green Piracicaba.

DIFICULDADES

Com a verba da Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras) emperrada enquanto não se adéqua ao marco regulatório do terceiro setor (Lei Federal 13.019/2014), que entrou em vigor neste ano, a Green Piracicaba não recebe convênio desde janeiro. O repasse poderá ser efetivado somente após o chamamento público, o que deve acontecer a partir de junho. A situação impediu que a equipe piracicabana disputasse a 67ª edição da Prova Ciclística 1º de Maio com o grupo completo.

Início