Ginástica Rítmica

Ginastas locais treinam com ‘lenda’ ucraniana

Campeã de 'tudo' em 2015, equipe piracicabana conhece Anna Bessonova

Anna Bessonova, campeã mundial de ginástica rítmica
A ucraniana Anna Bessonova foi bronze olímpico e tricampeã mundial (Foto: Arquivo Pessoal/Facebook)

Atual campeã dos Jogos Abertos do Interior – título conquistado em Barretos apenas com atletas locais -, a equipe piracicabana de ginástica rítmica começou a temporada 2016 com uma experiência diferente: nove ginastas dos times juvenil e adulto acompanham as treinadoras Helena Macchi e Mariana Winterstein na terceira edição do Curso Internacional de Ginástica Rítmica. A atividade tem como principal atração a presença da ex-ginasta ucraniana Anna Bessonova, bronze olímpico em Atenas (2004) e tricampeã mundial (Espanha 2001, Hungria 2003 e Grécia 2007).

No ano passado, a equipe foi campeã dos Jogos Abertos e Regionais utilizando apenas atletas piracicabanas

O evento, que acontece em São José dos Campos, teve início na última quarta-feira (20) e termina neste sábado (23). Além da vivência, Bessonova aborda temas como manejo de aparelhos, periodização de treinamento e preparação física. “Para mim, participar do curso é a realização de um sonho. Ela foi referência para as meninas pela agilidade, carisma e expressão que apresentava nas competições”, afirmou Helena, que destacou ainda a interatividade da ucraniana. “A Anna Bessonova sempre foi muito querida pelo público. Ela nem sempre teve as melhores notas, mas era a mais aplaudida independente de onde competia”, disse. “Ela foi uma atleta muito expressiva e precisa, que tinha séries marcantes”, completou Mariana.

CONTRASTE

As duas técnicas destacaram ainda que o evento é uma “oportunidade única” para que as atletas da ginástica rítmica de Piracicaba possam ver de perto como treina uma atleta do nível mais alto no esporte. A empolgação pela proximidade com um ídolo, entretanto, contrasta com as dúvidas quando o assunto é o planejamento para 2016.

No ano passado, a equipe foi campeã dos Jogos Regionais e dos Jogos Abertos do Interior nos conjuntos utilizando apenas atletas piracicabanas – nas provas individuais, o grupo repetiu as façanhas com apenas uma contratação, de Camila Cabral, do Rio de Janeiro, por motivo de lesão. “A nossa meta em 2016 é dar continuidade ao trabalho sério que vem sendo feito. A partir disso é que vamos organizar nosso planejamento”, resumiu Helena. A equipe ainda não sabe qual será o orçamento para o ano e aguarda a definição para decidir em quais competições vai participar.

12562577_932319026823076_118095463_o

As atletas e as treinadoras de Piracicaba posam juntas com a ucraniana Anna Bessonova (Foto: Divulgação)

Início