Tênis de Mesa

Fran TT disputa evento na Eslovênia e Eslováquia

Envolvido em polêmica, Diego Moreira é convocado e vai ao Leste Europeu

Diego Moreira, paratleta de tênis de mesa da Fran TT
Diego Moreira está envolvido em episódio polêmico com Cláudio Massad (Fran TT/Divulgação)

A seleção brasileira paralímpica de tênis de mesa embarcou nesta terça-feira (26) rumo ao Leste Europeu para disputar duas competições que integram o Circuito Mundial. O primeiro desafio será o Aberto da Eslovênia, entre os dias 3 e 8 de maio, na cidade de Lasko; na sequência, a delegação participa do Aberto da Eslováquia, que acontece entre os dias 10 e 15, em Bratislava. A viagem faz parte do cronograma de preparação para os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, em setembro.

A equipe piracicabana Fran TT tem seis convocados para as duas competições: Carlos Carbinatti Júnior (classe 10), Danielle Rauen (classe 9), Filipe Manara (classe 8), Jennyfer Parinos (classe 9) e Paulo Sérgio Filho (classe 7). Além deles, o técnico Paulo Camargo incluiu na convocatória Diego Moreira (classe 9) – atleta e treinador foram envolvidos em recente polêmica com o mesatenista paralímpico Cláudio Massad.

Em março, Massad entrou com uma ação de obrigação de fazer contra a CBTM (Confederação Brasileira de Tênis de Mesa), na 1ª Vara Cível da Comarca do Rio de Janeiro, alegando irregularidades na convocação de Diego Moreira, atleta da equipe Fran TT. O atleta, que é de Bauru e disputa a classe 10, reclama da falta de objetividade e levanta a suspeita de que a convocatória estaria comprometida por uma relação financeira entre Moreira e Paulo Camargo, técnico da seleção brasileira paralímpica andante e da Fran TT.

Início