Automobilismo

Festival reúne ‘histórias’ e velocidade no ECPA

Piloto desde os 18 anos, Alexandre Victor Trevisan relata paixão pelo esporte

Festival ECPA de Arrancada
A pista do ECPA fica aberta neste fim de semana para o Festival de Arrancada (Foto: Líder Esportes)

Duzentos competidores, 150 carros, 20 categorias e incontáveis histórias. Uma delas, de Alexandre Victor Trevisan, de 23 anos. Dono de uma Saveiro, ele foi um dos muitos pilotos que acordaram cedo na manhã chuvosa desta sexta-feira (29) e se dirigiram ao autódromo do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo. Até domingo (31), o espaço será palco para quebras de recordes na 11ª edição do Festival ECPA de Arrancada. Devido à chuva, os treinos livres cronometrados começaram às 13h – e não às 10h, como estava previsto.

Devido à chuva, os treinos livres cronometrados começaram às 13h nesta sexta-feira

O evento reúne 20 categorias de carros de arrancada que se dividem, basicamente, por potência e tração. As modalidades incluem desde os carros de rua até os mais equipados para percorrer os 201 metros da reta do circuito piracicabano. O sistema de disputa é simples: após quatro baterias classificatórias, os quatro melhores competidores de cada categoria avançam para as semifinais, até os vencedores serem conhecidos.

Alexandre disputa a classe desafio 8.5. Fã do esporte desde que tinha 15 anos e competidor desde os 18, ele enxerga a arrancada como uma paixão. “Conheci por meio de um amigo e comecei a frequentar, depois andar e virou uma grande paixão. A arrancada também funciona como uma válvula de escape. Toda corrida é uma alegria. Esqueço todos os problemas”, disse o piloto, que é empresário quando não está na pista.

DSC_0019

Alexandre disputa a categoria desafio 8.5 no festival (Foto: Líder Esportes)

Minutos antes de ir para a pista nesta sexta-feira, Alexandre estava confiante. Porém, no caso dele, a preocupação não é alcançar a máxima velocidade: na categoria desafio 8.5, a marca não pode ser inferior a 8,5s entre tempo e reação. “O carro é bom, seis ou sete décimos mais rápido do que a categoria pede. Vai ser uma adrenalina, mas tem que tirar o pé, senão fica abaixo do tempo”, disse. O carro de Alexandre chega a 170 km/h em 7,7s.

A pista segue aberta hoje até às 19h para treinos cronometrados. Além de competidores, Alexandre diz que a oportunidade é para que os interessados conheçam, de fato, como funciona o esporte. “Pode ser uma experiência muito importante. Existe lugar certo para ‘tirar racha’.  Tem gente que pensa que pensa que isso é coisa de ‘tonto’, mas não sabe o quanto a arrancada aqui é organizada, segura e estruturada”, afirmou. Confirma a programação completa do 11ª Festival ECPA de Arrancada:

PROGRAMAÇÃO

Sábado (30/01) 
8h30 às 10h303º Treino Livre Cronometrado
11hBriefing
12h às 19hDuas baterias de tomada de tempo
  
Domingo (31/01) 
8h às 14hReabertura e fim das Inscrições
8h às 17h30Vistoria técnica e para homologação de tempos
9h às 17h30Duas baterias de tomada de tempo + semifinal + final
 

 

DSC_0011

O ECPA será palco para 200 competidores e 150 carros no Festival de Arrancada (Foto: Líder Esportes)

As entradas  para assistir ao evento custam R$ 20 no sábado. O mesmo valor se aplica ao domingo, com a promoção de R$ 30 para os casais. Estudantes que apresentarem documento na bilheteria têm 50% de desconto. Crianças até sete anos, acompanhadas de um adulto, não pagam – de oito a 12 anos, pagam meia-entrada. O estacionamento para carros e motos têm valor único de R$ 15, enquanto a credencial para o box custa R$ 50 para os três dias de evento.

Início