Automobilismo

Etapa é marcada por equilíbrio e surpresas

Estreante, André Benatti inicia torneio com vitória: 'além da expectativa'

André Benatti, piloto da Copa ECPA de Velocidade
André Benatti surpreendeu na estreia e venceu os favoritos na classe super (Foto: Arquivo Pessoal)

A segunda etapa da Copa ECPA de Velocidade foi marcada pelo equilíbrio. Nas três divisões do categoria Marcas & Pilotos, disputadas no último sábado (16), nenhum piloto venceu as duas baterias realizadas no autódromo do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo. A próxima etapa da competição está agendada para os dias 17 e 18 de junho – a temporada 2016 tem calendário com o total de cinco datas.

Além do equilíbrio, a segunda etapa apresentou caras novas ao evento. Destaque para o piracicabano André Benatti, que logo na primeira prova da temporada, competindo pela equipe STR, venceu a categoria super, desbancando os favoritos. “Realmente, a estreia foi muito boa. Eu esperava conquistar um bom resultado, mas a vitória foi muito além das minhas expectativas”, disse o piloto. A segunda bateria da classe super foi vencida por Luis Piccolo, da equipe Phoenix. Ele fez dupla com Alexandre Souza.

REPETECO

Pelas categorias de acesso, o piloto santista Rodrigo Tavares voltou a vencer e conquistou a primeira bateria. A segunda foi vencida pela dupla estreante, formada pelos pilotos de São Paulo, Rodolfo Costa e Vladimir Assis. Na classe novatos, composta por pilotos iniciantes, a festa foi da equipe Juka Motors. Vitorioso nas provas de abertura da temporada, Alexandre Peppe voltou a vencer e manteve a liderança da classe. Na segunda bateria do dia, André Nobre, também da Juka Motors, conquistou a vitória.

Início