Opinião

Estrela e competência

*Cesar Greco/Agência Palmeiras

A minha coluna desta semana é mais que um reconhecimento. É uma homenagem ao goleiro Jaílson. O guarda-metas alviverde trabalhou quieto, com humildade e, com sua tradicional competência, reconquistou a titularidade do Palmeiras diante do Flamengo, quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. E mais: provou que também tem estrela, pois, além de várias defesas complicadas, ainda salvou o Palmeiras da derrota na Ilha do Urubu ao defender o pênalti do meia Diego.

Admiro muito esse rapaz. Operário da bola, rodou o ‘submundo do futebol’, nas séries B e C do Brasileiro e em times pequenos do interior do Brasil, como Americano-RJ e Guaratinguetá, entre outros, antes de chegar ao Palmeiras, nestas histórias que somente o esporte, e mais especificamente o futebol, pode nos proporcionar. Aproveitou a chance no ano passado após a lesão do então titular Fernando Prass, debutou no Brasileirão aos 35 anos, entrou na ‘fogueira’ e se tornou um dos símbolos do título nacional de 2016. E o mais incrível: ainda não perdeu com a camisa do Alviverde.

Com estrela e competência demonstradas, Jaílson seguirá como o goleiro titular do time verde. O técnico Cuca já deixou claro que ele terá sequência na equipe, inclusive coincidindo com as partidas decisivas, que valem a temporada para o Palmeiras: diante do Cruzeiro, em Belo Horizonte, pela Copa do Brasil, na próxima semana; e diante do Barcelona-EQU, dia 9 de agosto, no Allianz Parque, quando precisará vencer o adversário por dois gols de vantagem para manter viva a chance de conquistar a América.

Jaílson é tão gente boa, tão humilde e tão fiel a seus pares que, quando defendeu o pênalti, apontou para o banco de reservas, dividindo os louros da grande defesa com o companheiro Fernando Prass. Com isso, ele prova que, mais que a concorrência, há lealdade e amizade entre ambos. Jaílson, que já era pedido constantemente por parte da torcida, nesta quarta-feira ganhou mais alguns fãs. Vamos ver o que virá pela frente agora. Se engatar uma série de bons jogos não tenho dúvida de que cairá definitivamente no coração da exigente torcida alviverde.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Início