Ginástica Rítmica

Espetáculo reúne esporte, educação e exemplo

Pequeno Príncipe emociona público no Teatro do Engenho, em Piracicaba

Espetáculo - Pequeno Príncipe
O espetáculo reuniu mais de 120 participantes a partir de 4 anos de idade (Foto: Studio Nanah D'Luize)

O Teatro Erotides de Campos, no Engenho Central de Piracicaba, foi palco nesta terça (4) e quarta-feira (5) para o espetáculo ‘Pequeno Príncipe’, realizado pela academia Corpo Livre. O evento narra a obra do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry (1943) com apresentações de ginástica rítmica, ginástica acrobática, dança e teatro. De acordo com a organização, a mensagem principal levada ao público neste ano foi um pedido para que “as famílias enxergassem a beleza de viver não só com os olhos, mas principalmente com o coração”.

“É possível conseguir o melhor de cada participante por meio da ginástica e do teatro. Afinal, cada um entrega um pouquinho do seu talento para que as coreografias sejam desafiadoras, a atuação seja impecável  e o resultado muito surpreendente, o que torna o espetáculo inesquecível para quem assiste e para quem participa”, disse a professora Cibeli Sacconi, proprietária da academia e responsável pela direção do evento, que contou com mais de 120 pessoas envolvidas, entre elas, crianças com 4 anos de idade.

O aspecto musical (coral e arranjos) ficou a cargo do maestro João Alves. O espetáculo contou ainda com a participação de alunas da academia Tatiana Carraro, de Rio Claro, e do CLAP (Centro de Longevidade e Atualização de Piracicaba). O trabalho relacionado ao teatro, entretanto, foi realizado exclusivamente pelas alunas da academia Corpo Livre, que além de atividades dedicadas a ginástica, dança e acrobacias, também participam de aulas com o diretor teatral Carlos ABC.

CORPO LIVRE

Perto de completar 25 anos de fundação, a academia Corpo Livre de Piracicaba foi pioneira na inserção da ginástica aos palcos de teatro e, agora, inova mais uma vez ao criar uma turma de ginástica rítmica para adultos, que tem como professora Helena Macchi, tetracampeã dos Jogos Abertos do Interior. A nova classe, única da categoria na cidade, já conta com dez mulheres na faixa etária entre 27 e 44 anos e arrancou aplausos no espetáculo pela capacidade de superação.

Espetáculo - Pequeno Príncipe

O Pequeno Príncipe arrancou aplausos do público piracicabano (Foto: Studio Nanah D’Luize)

Início