Automobilismo

Embalado, Bruno Leme tenta ampliar vantagem

Piloto piracicabano vem de duas vitórias e quer seguir em alta na Fórmula 1600

Bruno Leme, piloto piracicabano da equipe Alfia de Fórmula 1600
O piloto piracicabano Bruno Leme busca a sexta vitória nesta temporada (Foto: Pavan Fotografia)

Líder na classificação geral e embalado pelas duas vitórias conquistadas na última etapa, o piloto piracicabano Bruno Leme disputa neste fim de semana, no autódromo de Interlagos, em São Paulo, a quinta rodada dupla válida pelo Campeonato Paulista de Fórmula 1600. A jornada encerra a primeira metade da temporada: nas oito corridas anteriores, Bruno Leme conseguiu cinco triunfos e uma segunda colocação. O piloto ainda descartou uma prova em que não participou e um abandono por conta de uma quebra de câmbio.

‘O campeonato está chegando na metade, tem muita coisa para acontecer’, diz Bruno Leme

De acordo com o regulamento, cada corrida tem duração de 12 voltas ou 30 minutos, com inversão de grid para os dez primeiros colocados na prova final de cada jornada. No total, a competição é dividida em dez etapas e 20 baterias, todas em Interlagos. Cada piloto pode descartar cinco resultados, ou seja, a classificação final leva em consideração 15 provas. “A ideia é tentar o melhor resultado possível. Lógico que se conseguirmos dois resultados iguais a última etapa e abrirmos vantagem, isso dá um pouco mais de tranquilidade. Porém, o campeonato está chegando na metade, tem muita coisa para acontecer”, afirmou.

A programação começa na manhã desta sexta-feira (9), com a abertura da pista às 8h35 para a primeira sessão de treinos livres, com a segunda parte dos testes programada para as 12h55. No sábado (10), o período da manhã será reservado para as tomadas de tempo, enquanto a primeira bateria começa às 14h em Interlagos. A largada para a prova de domingo (11) está prevista para as 12h45. Perguntado sobre o planejamento para a quinta etapa da temporada, Bruno Leme disse que não vê grande diferença com o fato de disputar apenas uma corrida por dia.

“Não muda muito, o que pode acontecer é alguma alteração em relação à calibragem, devido à diferença de horário na largada, mas o cronograma é praticamente o mesmo”, garantiu o piracicabano, que sabe que estará no ‘ponto de mira’ dos concorrentes ao título neste fim de semana. “O pessoal vem para cima (risos). Mas eu não ando sozinho, a competição tem pilotos rápidos, que andam na frente também e a disputa vai ser grande. Em algumas corridas, a troca de posições é constante e a definição fica apenas para o final”, declarou.

CALCULISTA

E o que faz a diferença nas últimas voltas? Para Bruno Leme, a experiência pesa nos momentos decisivos. “Não pode errar, principalmente nas voltas finais. Tem que correr com a cabeça fria e ser calculista, não pode cair na pressão também”, falou o piloto da equipe Alfia. Na última prova, o piracicabano largou em décimo com a inversão de grid, mas saltou para o quinto lugar na primeira volta e depois deixou para trás Emílio Padron, Marco Vale, Marcos Pimentel e Daniel Ebel. “Vamos tentar repetir o resultado”, completou Bruno Leme.

Início