Futebol

Em Batatais, XV tenta 1ª vitória fora de casa

Em situação complicada, Alvinegro luta para sair da zona de rebaixamento

Clayton, volante do XV de Piracicaba
O volante Clayton deve ser mantido na equipe titular (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes/Orientec)

Com objetivos opostos no Campeonato Paulista da Série A2, Batatais e XV de Piracicaba se enfrentam nesta quarta-feira (12), às 20h, no estádio Osvaldo Scatena em Batatais. A partida é válida pela 17ª rodada da competição. Na 15ª colocação com 19 pontos, o Nhô Quim busca sua primeira vitória fora de casa para tentar deixar a zona de rebaixamento. Além de vencer a partida, o Alvinegro precisa que um dos seus rivais diretos – Velo Clube, Votuporanguense ou Oeste – não vença na rodada.

Na sexta colocação com 25 pontos, o Fantasma da Mogiana, que foi derrotado nos últimos três jogos, busca uma vaga para o G-4. Para isso, precisa vencer o XV e torcer para dois dos três concorrentes – Rio Claro, Guarani e Bragantino – tropeçarem na rodada. Restando três jogos para o término da primeira fase, o XV de Piracicaba jogará mais uma vez sem seu artilheiro. Com caxumba, o meia atacante Romarinho, autor de seis gols na competição, continua fora da equipe.

O lateral-esquerdo Samuel, que recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Votuporanguense, está suspenso. Cléber deve ficar com a vaga. Outra mudança que o técnico Vica deve promover na equipe é a saída de Dodô para a entrada de Gilsinho, que cumpriu suspensão na última rodada. O atacante Bruno Santos (estiramento na coxa esquerda), o volante Bruno Formigoni (fratura em duas vértebras da coluna) e o meia Barreto (virose) foram liberados pelo departamento médico e estão à disposição.

SEM NOVIDADES

Questionado sobre a possibilidade de mudar o esquema tático do XV de Piracicaba, o técnico Vica ressaltou que estudaria a possibilidade, mas dificilmente mudaria para o jogo em Batatais. “Eu acho que dá para jogar com dois meias, com qualidade, mas aí teríamos que jogar com um volante só, de contenção, com dois meias que jogam e ajudam na marcação, para não mudar os três atacantes”, disse Vica.

“Jogar no 4-4-2 tradicional é de se pensar, já joguei assim em outras equipes. Precisaríamos ter uma compensação de marcação pelos lados do campo. Dentro de uma circunstância de jogo, vamos estudar essa possibilidade, não sei se para o jogo em Batatais cabem dois meias. Vamos estudar o Batatais para trabalhar bem a equipe e tentar buscar a vitória lá”, complementou o treinador. O Alvinegro deve entrar em campo com Mateus Pasinato; Zé Mateus, Rodrigo, Doni e Cléber; Gilson, Clayton e Gilsinho; Bruninho, Samoel Pizzi (Bruno Santos) e Rafael Gomes.

Início