Futebol

Cunha recusa propostas pelo XV: ‘Identificação’

Jogador volta a trabalhar com Cléber Gaúcho, que o subiu para o profissional

Cléber Gaúcho, técnico do XV de Piracicaba
A relação com Cléber Gaúcho é um dos motivos da volta de Cunha (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

Um ano e meio depois de deixar o XV de Piracicaba, o zagueiro Lucas Cunha está de volta ao clube e novamente disputará a Copa Paulista, competição que o revelou para o futebol profissional. Após ser emprestado por uma temporada ao Vila Nova-GO, onde conquistou dois títulos, e atuar no União Barbarense na Série A2 do Campeonato Paulista, o defensor de 21 anos volta a trabalhar com o técnico Cléber Gaúcho, que o subiu da base para a equipe principal em 2013. Esta é a quarta vez que o jogador trabalha com o treinador.

“Eu confio muito no Cléber e sei que ele confia em mim. Foi ele que me subiu para o profissional e me deu a oportunidade de jogar. É muito bom trabalhar com ele, pois já conheço a forma que ele gosta de jogar e as atitudes que ele gosta em campo. Foi um dos fatores que me fez permanecer no XV de Piracicaba Só tenho a agradecer ao Cléber. Tudo que ele fez por mim, eu tenho que retribuir dentro de campo”, disse Cunha.

PROPOSTAS

Com propostas para deixar o XV de Piracicaba, a identificação com o clube e a cidade – o zagueiro é piracicabano – também pesaram para que o jogador renovasse o contrato por mais um ano. “Tive outras propostas, inclusive para voltar a Goiânia, mas preferi ficar em minha cidade, pois me identifico com o clube. Minha ideia é conquistar títulos aqui. Fiquei muito triste com o que aconteceu no Paulistão”, complementou Cunha. O Nhô Quim estreia na Copa Paulista no sábado, 2 de julho, às 16h, contra o Juventus, no Barão da Serra Negra.

Início