Judô

Com iniciantes, Heisei sobe 14 vezes ao pódio

Equipe piracicabana mostra potencial durante a Copa CCP/Liceu de Judô

Copa CCP/Liceu de Judô
Cerca de 450 atletas participaram da competição realizada em Piracicaba (Foto: Arquivo/CCP)

Com 14 pódios, sendo duas medalhas de ouro, nove de prata e três de bronze, a equipe Heisei/Atmosphera fechou a participação na 7ª Copa CCP/Liceu de Judô satisfeita com o resultado. A competição foi disputada no último fim de semana, no Ginásio Poliesportivo do Clube de Campo de Piracicaba, sob a chancela da FPJ (Federação Paulista de Judô) e com apoio da Prefeitura de Piracicaba por meio da SELAM (Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Atividades Motoras). Aproximadamente 450 atletas da 8ª Região Oeste participaram do certame.

O grupo liderado pelo técnico Beninho Mattos participou do evento com 27 atletas, da categoria mirim ao adulto. A maioria dos judocas participou pela primeira vez de uma competição oficial. “Para nós, o saldo foi ótimo e ficamos super satisfeitos. A grande maioria disputou um evento grande pela primeira vez, o que deixa o resultado ainda mais satisfatório. São alunos que vêm do trabalho de formação que realizamos. Nós procuramos mostrar para eles como funciona uma competição alinhando o lado psicológico, a postura diante da vitória ou derrota. Ficamos muito felizes”, disse Beninho.

RESULTADOS

Pedro Pereira (categoria sub-9 leve) e Danielle Franck (sub-13 ligeiro) subiram ao lugar mais alto do pódio. Lucas Duarte (sub-9 meio-leve), Nicolas Suiter (sub-9 médio), Leonardo Vilella (sub-9 pesado), Pedro Palu (sub-9 super ligeiro), Danilo Franck (sub-11 ligeiro), Matheus Costa (sub-11 meio-leve), Pedro Cruz (sub-13 leve), Felipe Costa (sub-15 leve) e Carolina de Moraes (sub-13 pesado) conquistaram a segunda colocação. A Heisei/Atmosphera ficou em terceiro lugar com Klaus Waller (sub-9 super ligeiro), Pedro Alonso (sub-9 leve) e Rafael Cruz (sub-9 ligeiro).

A notícia negativa para o grupo foi a lesão do atleta Carlos Magnusson, que disputou a categoria sênior pesado. “Foi a nota triste, realmente. O Carlos sofreu uma torção no joelho e foi impedido de seguir na competição. Infelizmente, é algo que pode acontecer no esporte. No restante, os resultados foram excelente. Vimos a garotada ir para cima, buscando resolver a luta, revertendo resultados de luta. Terminamos a competição muito bem”, completou Beninho Mattos.

Início