Futebol

Claudinho Batista analisa estreia no Paulistão

Técnico do XV de Piracicaba vê com 'bons olhos' confronto contra o Corinthians

Claudinho Batista, treinador do XV de Piracicaba
Piracicabano, Claudinho Batista sabe da responsabilidade que tem no XV (Foto: Divulgação)

O XV de Piracicaba já sabe qual é a sequência de jogos que terá pela frente no Campeonato Paulista de 2016. Na última terça-feira (1°), a FPF (Federação Paulista de Futebol) divulgou a tabela da primeira fase da competição e o time piracicabano tem parada dura logo na primeira rodada: enfrenta o Corinthians, em Itaquera, dia 31 de janeiro. Nos cinco jogos seguintes, entretanto, o Nhô Quim poderá contar com o fator casa em quatro oportunidades, contra Rio Claro, Água Santa, Red Bull e Palmeiras, respectivamente.

Assim como em anos anteriores, o objetivo traçado pelo clube é alcançar uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro – para isso, precisa encerrar o Estadual entre os dois melhores colocados do torneio que não disputam nenhuma outra divisão nacional. O fato de enfrentar o Corinthians logo na estreia é visto como positivo pelo técnico Claudinho Batista. “Prefiro enfrentar o Corinthians agora do que mais tarde, mas acho que dentro dos objetivos que qualquer nós buscamos, temos que se enfrentar Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo ou quem quer que seja. Nós temos toda a tranquilidade possível para implementar o trabalho com clareza e enfrentar o campeão brasileiro. É uma estreia e, como sempre, envolve adrenalina e preparação. Sei que será um jogo difícil”, disse.

O apoio da torcida no Barão da Serra Negra anima o treinador para os duelos seguintes e, segundo ele, deve ser explorado pela equipe. “Dentro da matemática de todos os clubes, primeiro tem que fazer a lição de casa e depois buscar pontos fora. Precisamos ter a maior inteligência possível para sair da sequência de jogos em casa com o máximo de pontos e assim ter mais calma para buscar outros fora. Eu sei o quanto é forte a presença do nosso torcedor, vamos trazê-los para o nosso lado”, analisou Claudinho.

Natural de Piracicaba e ex-jogador do XV, o técnico disse nesta sexta-feira (4) que lida diariamente com os conselhos dos torcedores quinzistas. “É uma cidade grande, com milhares de pessoas que gostam de futebol e acompanham nosso trabalho. Quando saio na rua sempre ouço alguns questionamentos, mas sou o cara mais feliz do mundo por tudo o que aconteceu na minha carreira, por tudo que vivi como atleta e agora estou buscando o que quero como treinador. Atualmente, tenho a maior responsabilidade do mundo, que é comandar o XV. Vou ‘ralar’ bastante para as coisas acontecerem”, prometeu Claudinho.

O Nhô Quim está no grupo C do Paulistão, ao lado de São Paulo, Osasco Audax, Ferroviária e Capivariano – pelo regulamento, não enfrenta nenhum deles na primeira fase. O clube ainda trabalha na montagem do elenco e, até o momento, apresentou o zagueiro Heitor e o volante Adriano Ferreira. Além deles, o lateral-direito Canavarros e o lateral-esquerdo Lucas Pavone já assinaram contrato para defender o time piracicabano na próxima temporada.

Início