Futebol Americano

Cane Cutters se despedem da Liga Nacional

Elenco piracicabano foi derrotado em Volta Redonda (RJ) pelos Falcons

*Capa: Leonardo Moniz/Líder Esportes

O Piracicaba Cane Cutters está eliminado da Liga Nacional de Futebol Americano. Jogando em Volta Redonda (RJ), no último domingo (17), o time piracicabano entrou em campo desfalcado e não resistiu aos Falcons, que venceram o duelo pelo placar de 40×15 e avançaram aos playoffs. Com o resultado negativo, os Cutters encerram a primeira participação no torneio com três derrotas e uma vitória. A princípio, a equipe piracicabana de full pad volta a jogar apenas em 2018. Nas próximas semanas, o clube deve realizar uma seletiva.

O jogo no Rio de Janeiro começou mal para os Cutters, que precisavam vencer os Falcons por seis pontos de diferença para conquistar a classificação. O time carioca soube explorar a falta de encaixe defensivo dos Cane Cutters para abrir vantagem nos dois primeiros quartos. Mesmo desfalcada, com poucas peças de reposição e sem contar com o head coach Marco Bucci, liberado da viagem a Volta Redonda em virtude de problemas particulares, a equipe piracicabana reagiu no segundo tempo, mas não o suficiente para reverter a diferença.

DESEMPENHO

Apesar da estatística de 25% de aproveitamento, a primeira participação da história dos Cane Cutters na Liga Nacional não pode ser considerada ‘ruim’. Na estreia, o compromisso contra o Sorocaba Vipers foi suspenso devido às irregularidades no campo de jogo do adversário, que apresentou tamanho inferior ao mínimo exigido. Pelo regulamento, o placar deveria ter sido registrado como 49×0 para os Cutters, mas a direção do time piracicabano abriu mão do triunfo cômodo para remarcar o confronto, que aconteceu dia 26 de agosto e terminou com vitória apertada de Sorocaba por 11×6.

O segundo jogo, contra o Fluminense, foi disputado no dia 12 de agosto e terminou com resultado positivo para o time das Laranjeiras, que abusou do jogo terrestre para fazer 28×0, forçando as jogadas com o running back americano Yolandus Pratt, responsável por três touchdowns. O placar, porém, não reflete o equilíbrio do duelo: após dois períodos equilibrados, com apenas seis pontos de diferença, os Cutters sofreram cinco desfalques no segundo tempo, situação que comprometeu a linha defensiva. A reabilitação aconteceu sobre os Destroyers, de Mooca, pelo placar de 13×6, naquela que foi considerada a exibição mais completa da equipe na Liga Nacional.

Início