Futebol Americano

Campo irregular suspende estreia dos Cutters

Time piracicabano deve ser apontado como vencedor; Sorocaba recorrerá

O duelo entre Sorocaba Vipers e Piracicaba Cane Cutters, pela abertura da Liga Nacional de Futebol Americano terminou de um jeito que ninguém esperava. Na verdade, a partida sequer começou: devido às irregularidades no campo do Centro Esportivo do Jardim Simus, o jogo foi suspenso pela arbitragem. Responsável pelo gramado, que apresentou tamanho inferior ao mínimo exigido pela Liga, a equipe sorocabana deve ser punida e o placar final deverá ser registrado, conforme regulamento, em 49×0 para os Cutters. Os Vipers já avisaram que vão recorrer da decisão.

De acordo com o artigo 28 do regulamento da Liga Nacional, não é permitida a realização de jogos em campos que contenham menos que 72,13 metros, mais as zonas de pontuação com 9,14 metros cada. Após verificar o tamanho do campo em Sorocaba, a arbitragem mediu o total de 66,7 metros. “Embora a equipe do Cane Cutters estivesse pronta para jogar, optou por cumprir o regulamento da Liga Nacional (…). A equipe do Vipers, exercendo seu direito de ampla defesa, entrou com recurso e o placar ficará suspenso até última decisão da Liga Nacional”, diz o comunicado do time piracicabano nas redes sociais.

Campeões em 2015, os Vipers, que são reincidentes neste tipo de problema, se limitaram a dizer que “o time de Piracicaba alegou problemas com medidas do campo e se recusou a jogar”, na Fan Page da equipe. Após a estreia suspensa em Sorocaba, o Piracicaba Cane Cutters fará seu primeiro jogo em casa no dia 30 de julho. O rival dos piracicabanos será o Fluminense, em duelo que acontece no Estádio Municipal Vicente Marino, em Saltinho, local em que os Cane Cutters mandarão seus jogos na Liga Nacional. Na terceira rodada, a equipe volta a jogar em casa contra os Destroyers. A última partida da etapa inicial acontece dia 17 de setembro ante os Falcons, em Volta Redonda (RJ).

Início