Automobilismo

Bruno Leme faz história; Alfia tem dobradinha

Piracicabano entra no top 10 mundial de vitórias mais apertadas no esporte

Bruno Leme, piloto piracicabano da equipe Alfia de F-1600
Bruno Leme conseguiu mais duas vitórias e chegou a nove triunfos na atual temporada (Foto: Carlos Freitas)

Duas vitórias, dobradinha na segunda prova e liderança consolidada na classificação geral. O fim de semana em Interlagos foi praticamente perfeito para Bruno Leme. Após fazer o segundo melhor tempo na tomada de classificação, o piloto piracicabano venceu as duas baterias disputadas no último sábado (29), em São Paulo, válidas pela sétima etapa do Campeonato Paulista de Fórmula 1600. Com os dois resultados, Bruno Leme ampliou a vantagem na ponta na tabela. Restam três jornadas para o encerramento da competição. “Foi um fim de semana praticamente perfeito para mim e para a equipe. Vamos com bastante confiança para a reta final do campeonato”, afirmou o piloto.

As duas vitórias, entretanto, não vieram com qualquer facilidade. Na primeira bateria, a diferença de Bruno Leme para o segundo colocado, Renan Guerra, foi de 3,5 décimos de segundo. A segunda corrida registrou novo recorde no automobilismo: o piracicabano cruzou a linha de chegada 0,004 (quatro milésimos de segundo) à frente de Marco Vale, companheiro de time. A dobradinha da equipe Alfia está no top 10 das vitórias mais apertadas da história do esporte. O recorde, segundo o Guinness Book, pertence ao americano Logan Gomez. Em 2007, ele venceu o GP de Chicagoland da Indy Lights por apenas 0,0005 segundo.

Bruno Leme, piloto piracicabano da equipe Alfia de F-1600

Com a vitória, o piracicabano segue firma na luta pelo título inédito da categoria (Foto: Carlos Freitas)

“O resultado foi fantástico, a equipe está de parabéns”, elogiou Bruno Leme. Além do segundo lugar de Marco Vale, a Alfia encerrou a segunda bateria com a quinta colocação obtida por Cláudio Rodrigues. Líder na classificação geral com descartes, o piracicabano já disputou 14 provas na temporada, com nove vitórias, duas segundas posições e dois abandonos, além de não participar de uma bateria em virtude de compromissos particulares. A competição é dividida em dez etapas e 20 baterias. Os cinco piores resultados ao término do calendário são descartados, ou seja, a classificação final leva em consideração 15 provas.

De acordo com o regulamento, cada corrida tem duração de 12 voltas ou 30 minutos, com inversão de grid para os dez primeiros colocados na prova final de cada jornada. Embalado, o piracicabano venceu as quatro últimas disputas da categoria. Na sexta etapa, realizada no início de julho, Bruno Leme cravou a pole position debaixo de chuva e ainda venceu as duas corridas. Na segunda bateria, após largar em décimo, o piloto assumiu o primeiro posto antes de completar duas voltas e venceu com 10 segundos de vantagem para o segundo colocado.

Início