Automobilismo

Batida no duelo final define título no Super Drift

Prova disputada em Piracicaba registrou público de mais de 5.000 pagantes

Super Drift Brasil - ECPA
ECPA recebeu etapa da SDB com o grid composto por 18 carros (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

Atual campeão brasileiro, Márcio Kabeça foi o vencedor da segunda etapa da Super Drift Brasil, disputada no último domingo (26) no autódromo do ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo). Com 18 carros no grid – 22 estavam confirmados, mas quatro quebraram antes da competição – e mais de 5.000 pagantes nas arquibancadas, Márcio Kabeça levou o BMW E36 à vitória no duelo decisivo contra Thiago Vaz, que perdeu o controle do Nissan 350z na última volta e entregou o título de bandeja para o adversário.

A terceira colocação ficou com Cláudio Filho, que conduziu o Nissan 350z. Completam o pódio Elson Nishimura, o Juba, com a BMW 328 estilizada com o escudo do Santos Futebol Clube, na quarta posição; e Marcelo Conservani, que conquistou o quinto lugar com o Chevrolet Omega. “A prova foi incrível, pois a montagem de um traçado de alta velocidade, no miolo do autódromo, criou uma pista muito mais técnica. A providência tomada pela organização deixou as disputas muito mais acirradas”, afirmou o Márcio Kabeça.

CALENDÁRIO

A vitória de Márcio Kabeça deixou embolada a classificação geral. Na primeira etapa, a vitória foi de Diego Higa, seguido de Thiago Borttoto. Claudio Filho também subiu ao pódio na etapa de estreia, com a terceira posição. A terceira etapa acontecerá dia 14 de agosto, na cidade de Bauru. O calendário ainda reserva para o dia 9 de outubro mais uma prova em Itu, que abriu a temporada. O encerramento do Super Drift Brasil está marcado para o dia 11 de dezembro, em Balneário Camboriú (SC).

Márcio Kabeça, Super Drift Brasil

A batida de Vaz definiu resultado favorável ao piloto Márcio Kabeça (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

Início