Boxe

Batagello disputa o Brasileiro em Salvador

Competição encerra o calendário competitivo da temporada 2016

Marcos Ribeiro, treinador de boxe da equipe Luzitano Piracicaba
Marcos Ribeiro elogiou o comprometimento de Ramon Batagello (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Ramon Batagello disputa a partir deste domingo (4), em Salvador (BA), o Campeonato Brasileiro de Boxe, evento que encerra o calendário de competições em 2016. O evento termina dia 9 de dezembro, data em que a equipe do Centro Esportivo MR/Unimep/Selam/PDB/Fumdeca coloca ponto final na temporada. O ano é positivo: em 2016, o grupo piracicabano conquistou o Campeonato Paulista, subiu ao pódio no Brasileiro feminino, medalhou duas vezes no Grand Prix e manteve a hegemonia nos Jogos Abertos do Interior, em São Bernardo do Campo.

Representando Sergipe, Batagello é peso pesado (91 kg) e apareceu como revelação no segundo semestre, durante o Campeonato Paulista juvenil, organizado pela Febesp (Federação de Boxe do Estado de São Paulo). Batagello chegou à decisão, mas acabou perdendo por decisão unânime para Cauã Montenegro, de São José dos Campos. “Aquela foi uma grande luta. O Batagello é um menino que tem um futuro promissor e, se continuar se dedicando, logo estará entre os melhores da categoria”, elogiou o técnico Marcos Ribeiro.

RESULTADOS

O ano do boxe piracicabano começou com o título estadual conquistado pela pugilista piracicabana Aline Claudino, que venceu a oponente Ana Cristina por nocaute técnico, em São Vicente, pela categoria 64 kg. O resultado classificou a atleta para o Campeonato Brasileiro, que foi realizado em Cuiabá (MT), em julho. No Nacional, Aline caiu por pontos nas semifinais contra a experiente xará Aline Santana da Silva, em decisão dividida. O resultado da luta deixou a piracicabana com a medalha de bronze na competição.

O boxe de Piracicaba ainda manteve a tradição em São Bernardo do Campo. Na 80ª edição dos Jogos Abertos do Interior, a equipe trouxe 20 medalhas para casa, chegou a 15 decisões e conquistou o vice-campeonato feminino e o título masculino da competição. No total, os 20 atletas que representaram a cidade faturaram oito medalhas de ouro, sete de prata e cinco de bronze. Desde 2011, Piracicaba não fica fora do pódio na classificação geral.

Início