Corpo & Mente

Atividade física e gestantes

Exercício físico na gravidez - Coluna Rene Mattos

Uma grande dúvida que surge entre as mulheres quando descobrem que estão gravidas é com relação à prática de exercícios físicos. São inúmeras perguntas sobre se é saudável praticar exercícios, se é permitido, quanto é benéfico, quanto é prejudicial, quais atividades podem ser realizadas e etc. O que os estudos mostram é que a atividade física tem trazido benefícios tanto às gestantes quanto aos bebês. Isso na fase gestacional e pós-parto, porém, seguindo algumas recomendações.

Devemos sempre lembrar que antes de começar qualquer programa de atividades, a gestante deve conversar com o médico para saber se não há nenhum risco à gravidez, e se está liberada para a prática. As atividades mais indicadas para as gestantes que já praticavam atividades físicas antes de engravidar são as que não têm impacto e geram uma sensação de prazer, ou seja, sem momentos de estresse e sempre acompanhadas por um profissional. São bons exemplos: caminhada, hidroginástica, musculação, pilates e yoga.

INTENSIDADE

Porém, todas as atividades devem ser praticadas em uma intensidade leve ou moderada, para não correr riscos. Quando se trata de uma gestante que nunca praticou atividades físicas, ou que levavam uma vida sedentária, o ideal seria a realização de caminhadas leves, com durações curtas, que podem ser feitas mais de uma vez por dia. Pensando na musculação, a gestante deve fazer exercícios com os quais ela já está acostumada – evitando sempre os exercícios em que tenha que ficar deitada.

Também é muito importante fortalecer a região lombar, para que o peso do feto não cause tantas dores nas costas, além da região abdominal, o que ajudará nas contrações na hora do parto. Essas atividades trazem benefícios como menor ganho de peso para a mãe, prevenção da diabetes gestacional, diminuição do risco de complicações durante o parto, aumento da disposição e da capacidade física da grávida, além da redução de dores articulares e nas costas e auxílio no controle da pressão arterial. Tudo isso, convenhamos, facilita também a recuperação pós-parto.

Rene Mattos é personal trainer

Início