Automobilismo

Arrancada histórica no ECPA: 15 recordes!

Prova aconteceu no último fim de semana no autódromo em Piracicaba

*Capa: Engenho da Notícia

Quinze recordes foram registrados em oito diferentes categorias na terceira etapa do Campeonato ECPA de Arrancada, disputada no último fim de semana, no autódromo do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba. O festival de novas marcas contemplo as categorias dianteira turbo A, dianteira turbo B, dianteira turbo C, drag junior D, standart, traseira original, traseira street turbo e traseira turbo. A competição volta à reta de 201 metros do autódromo local no início de setembro, com a realização da quarta etapa.

De acordo com a organização, é a primeira vez na história do evento que 15 recordes são registrados em uma mesma jornada. Um dos responsáveis pela marca é Alexandre Cardoso Castanheira, que em suas cinco arrancadas, baixou a marca da traseira street turbo em quatro oportunidades. “Foi bom demais. Algo incrível! Nem sei o que dizer”, disse o piloto, que venceu a prova válida pela categoria neste fim de semana, com o tempo de 6s204. Nem sempre, porém, os recordistas saíram vencedores do ECPA.

Na categoria traseira turbo, Luiz Eduardo Aranha cravou o recorde ao estabelecer o tempo de 5s380, em arrancada que atingiu 209 km/h. “Foi incrível, ainda mais porque na puxada anterior havia ido parar na brita. Mas estava confiante, pois o equipamento estava tinindo e sabia que podia conseguir”, afirmou. O triunfo, contudo, ficou com Cleiton Fernandes, vencedor do mata-mata final. “Vencer o Aranha, em uma final, é muito bom, ainda mais depois que ele passou a ser o novo recordista. Estou no caminho certo”, disse.

RESULTADOS

Pela segunda etapa consecutiva, Wellington Scalez baixou duas vezes o próprio recorde na traseira original (TO), enquanto Marcelo Gomes Matukiwa é o mais novo recordista da dianteira turbo A. Nova marca também foi estabelecida na dianteira turbo B, com Bruno Cardoso Pedrosa baixando a marca três vezes. Na última puxada, ele fez o tempo de 6s705. Thiago Santos Barnabé, com 7s184, bateu o recorde da categoria dianteira turbo C. Marco Silva (standart) e o jovem Bryan de Oliveira (drag junior D), de apenas 8 anos, foram os outros recordistas do fim de semana.

Início