Kickboxing

Após semestre ‘abençoado’, Isaias foca no Pan

Lutador de Piracicaba vai tentar o bicampeonato, em outubro, no México

Isaias Silva, lutador piracicabano de Kickboxing
Isaias Silva estreou com vitória convincente no WGP em Piracicaba (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

De olho no bicampeonato pan-americano, o lutador Isaias Silva, de Piracicaba, já sabe qual será a programação para a sequência do ano. O atleta disputa a Copa do Brasil entre os dias 4 e 7 de setembro, e três dias depois participa do Aspera FC, evento que faz parte do São Pedro Adventure. O principal desafio, entretanto, está agendado para o mês de outubro, em Cancún. No México, o lutador de kickboxing vai brigar pelo segundo título do Pan da modalidade. “É a competição que eu mais quero ganhar, estou me dedicando ao máximo”, afirmou o atleta.

Na opinião do lutador, a Olimpíada pode ter impacto positivo para o esporte em Piracicaba

Tricampeão paulista, brasileiro e da Copa do Brasil, além de campeão sul-americano e pan-americano, Isaias Silva avaliou o primeiro semestre como ‘abençoado’. Exceção feita à fratura no pé direito que sofreu no início do ano, o lutador venceu praticamente tudo que disputou e ainda estreou com vitória no WGP, maior evento do circuito profissional da América Latina. O triunfo por decisão unânime contra o rival Maykon Barreto, de Bauru, abriu o card da 31ª edição do evento, realizado dia 2 de julho no Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas.

“Para mim, o primeiro semestre foi excelente por tudo que ganhei. Tive uma fratura no pé, mas foi consequência de alguns erros que cometi, faz parte. Consegui meus objetivos, fazia anos que eu não tinha um semestre como agora e isso abriu muitas portas para mim. Foram seis meses abençoados e espero que a sequência da temporada seja especial também para que eu possa conquistar as metas que foram traçadas”, afirmou o atleta da Company Top Fight/Espaço Realce/Fit Life/Hii Sho Kan.

LEGADO

Apesar de o kickboxing ainda não fazer parte dos Jogos Olímpicos, Isaias acompanha como pode o evento no Rio de Janeiro. Na opinião do lutador, a Olimpíada pode ter impacto positivo para o esporte em Piracicaba. “Falando de modo geral, eu acho que pode ter grande influência. Espero que abra muitas portas, pois Piracicaba é referência, tem muitos atletas de alto nível, inclusive campeões mundiais. São poucas cidades que têm atletas como aqui. Pode estar certo que em breve vamos ter um piracicabano campeão olímpico”, concluiu.

Início