Futebol

Alvinegro empata em Capivari e segue ameaçado

Resultado mantém XV de Piracicaba e Capivariano na zona de rebaixamento

Barreto, meia do XV de Piracicaba
Barreto lamentou o empate em Capivari: XV segue ameaçado (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes/Orientec)

Capivariano e XV de Piracicaba empataram por 1×1 nesta quarta-feira (22), na Arena Capivari, pela 12ª rodada da Série A2 do Campeonato Paulista. O duelo foi equilibrado. Melhor no primeiro tempo, o Capivariano abriu o placar com Bill. Na etapa final, o Nhô Quim reagiu e empatou com Bruninho. O resultado foi ruim para as duas equipes, que seguem seriamente ameaçadas pelo rebaixamento. No aguardo do encerramento da rodada, o XV ocupa a 15ª colocação com 13 pontos, abrindo o Z6. O próximo compromisso está agendado para domingo (26), às 19h, contra o Juventus no Barão da Serra Negra.

O empate não foi bom para ninguém: XV e Capivariano seguem ameaçados pelo rebaixamento

O XV começou a partida com três mudanças em relação ao time titular que perdeu para o São Caetano: lesionados, o volante Maranhão e o atacante Bruno Aquino cederam espaço para Gilson e Rafael Gomes, respectivamente. No gol, Mateus Pasinato ganhou a posição de Veloso. A equipe de Capivari teve a iniciativa nos cinco minutos iniciais e forçava as jogadas pelo lado esquerdo de ataque. Os dois primeiros lances de perigo surgiram em jogadas de bola parada. Aos 4min, Correa cobrou falta ensaiada que encontrou Anderson Rosa sozinho na entrada da área, mas o chute saiu pelo  alto.

Na sequência, Correa bateu escanteio fechado e quase surpreendeu Mateus Pasinato, que teve trabalho para evitar o gol. A pressão do Capivariano dificultava a saída de bola do XV, que errava passes e tinha problemas no jogo aéreo. Aos 12min, o lateral-direito Oliveira cruzou da linha de fundo e Bill ganhou com facilidade de Zé Mateus, mas Mateus Pasinato estava bem colocado para agarrar firme. O Nhô Quim chegou ao ataque com qualidade aos 17min, após troca de passes entre Clayton, Bruno Santos e Gilsinho. A finalização sobrou nos pés de Romarinho, que isolou pela linha de fundo. No minuto seguinte, Bruno Santos teve nova chance de abrir o placar, mas a conclusão foi travada pela zaga.

A resposta do Capivariano foi mortal e não poderia ser diferente: na bola parada e pelo alto. Em cobrança de escanteio de Correa, Leandro Silva desviou no primeiro pau e Bill completou para o fundo da rede com total liberdade para cabecear: 1×0. O XV sentiu o golpe. O Leão percebeu e teve a chance para ampliar aos 29min, em mais uma falha de marcação alvinegra. Ligado, Bill escapou entre Marcos Vinícius e Rodrigo, invadiu a área e cutucou fora do alcance de Mateus Pasinato, mas a bola caprichosamente tirou tinta do poste esquerdo.

Com a equipe de Capivari segurando a vantagem, o XV teve campo para trabalhar. A incapacidade do time dirigido por Ronaldo Guiaro, entretanto, ficava evidente a cada passe errado. No intervalo, o treinador mexeu no ataque: Guiaro sacou Bruno Santos e apostou em Bruninho. A mudança foi precisa. Aos 12, Romarinho fez lance individual pela esquerda e levantou a bola para a área, na cabeça de Bruninho. O atacante teve o trabalho apenas de escorar de cabeça para vencer Ygor Vinhas: 1×1. Cinco minutos antes, o camisa 1 do Capivariano havia evitado o empate no chute a queima-roupa de Marcos Vinícius.

Capivariano 1x1 XV de Piracicaba

A torcida do XV presente em Capivari incentivou e cobrou os jogadores (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

O gol animou o Nhô Quim e Ronaldo Guiaro lançou mão da segunda substituição, com o meia Barreto na vaga do centroavante Rafael Gomes. A alteração também mudou a configuração tática do XV, que passou a jogar com dois homens de criação. Como o empate não servia para ninguém, o jogo ficou aberto, com oportunidades para os dois lados. Aos 23min, o Leão viu cair no pé esquerdo de Anderson Rosa a ocasião ideal para desempatar, mas o camisa 10 errou o alvo quando estava de frente para Mateus Pasinato, na entrada da área.

O XV de Piracicaba investia pela esquerda, com Samuel, Romarinho e Barreto caindo pelo setor. O Alvinegro chegou a colocar a bola na rede aos 27min, em chute de Romarinho, mas a arbitragem assinalou impedimento de Bruninho, que interferiu no lance e estava em posição irregular. A última mudança feita por Ronaldo Guiaro foi no meio-campo, com Dodô no lugar de Gilsinho. Os dez minutos finais foram de desespero. Aos 36min, Joãozinho, que havia acabado de entrar, fez fila na defesa alvinegra, mas preferiu passar em vez de chutar. Anderson Rosa demorou e foi travado em cima por Rodrigo. Aos 44min, o XV teve a chance da virada: Romarinho recebeu de Bruninho e cruzou rasteiro para a área, mas o atacante chegou atrasado e não conseguiu anotar o gol da vitória.

FICHA TÉCNICA

Capivariano Futebol Clube

 CAPIVARIANO

Ygor Vinhas; Oliveira, Leandro Silva (Bruno Sabiá), Douglas Ozias e Lucas Praxedes; Petterson, Correa, Vinícius Hess e Anderson Rosa; Bill (Joãozinho) e Muller Fernandes (Deco). Técnico: Antônio Picoli

Esporte Clube XV de Piracicaba

1  XV DE PIRACICABA

Mateus Pasinato; Zé Mateus, Marcos Vinicius, Rodrigo e Samuel; Clayton, Gilson e Gilsinho (Dodô); Romarinho, Bruno Santos (Bruninho) e Rafael Gomes (Barreto). Técnico: Ronaldo Guiaro

Gols: Bill (CAP) aos 20min/1ºT; Bruninho (XV) aos 12min/2ºT | Árbitro: Rodrigo Gomes Paes Domingues | Cartões amarelos: Bill, Joãozinho, Douglas Ozias  e Anderson Rosa (CAP); Marcos Vinícius, Dodô, Gilson e Gilsinho (XV) | Público: não divulgado | Renda: não divulgada

Início