Aikidô

Aiki Kaizen faz 12 anos: ‘Temos muito a crescer’

Escola celebra data com treinamento; professor enaltece a nobreza da arte

Roney Rodrigues Filho, técnico de aikidô na Escola Aiki Kaizen
Roney exaltou o bom trabalho, mas diz que ainda há muito a ser feito na escola (Foto: Gerhard Waller Groo)

A Escola Aiki Kaizen de Aikidô comemorou em fevereiro 12 anos de fundação. A marca foi celebrada dia 18, com um treino conduzido em Piracicaba pelo professor Roney Antonio Rodrigues Filho, idealizador da escola ao lado de Luciano van den Broek. A atividade contou com a presença de representantes de Águas de São Pedro, Campinas, Campos de Holambra, Cotia, Limeira, Rio Claro, São Carlos e São Paulo, além dos alunos da casa. Atualmente, cerca de 150 pessoas praticam a arte marcial japonesa na Escola Aiki Kaizen, mas, segundo Roney, o número ainda não é ideal.

“A cidade de Piracicaba é grande e o aikidô está de braços abertos para receber a população. Acreditamos que, embora a escola tenha 12 anos, o trabalho está apenas começando”, afirmou. A palavra ‘conformismo’ passa longe do dojo. Perguntado sobre o trabalho realizado há mais de uma década, Roney não considera que a Aiki Kaizen tenha alcançado os objetivos. “Não consideramos que a missão foi alcançada com êxito, percebemos que não há nada realizado. Nós estamos realizando e o caminho é longo, há muito pela frente. Estamos estruturando, montando uma base muito sólida para dar suporte aos que buscam a arte”, disse.

CRESCENTE

Apesar de dizer que há muito pela frente, Roney é enfático ao afirmar que o trabalho realizado em Piracicaba está em uma crescente. O professor, inclusive, tem a receita para seguir evoluindo. “É necessário mantermos os alunos sempre motivados com novas oportunidades de seminários nacionais, internacionais e viagens para o exterior. Já fazemos isso há algum tempo, mas a ideia é aumentar a frequência, estarmos cada vez mais unidos pela arte. Podemos, através do compromisso com o tatame, contaminar positivamente aqueles que desejam conhecer esse mundo”.

Já em relação ao momento que mais o deixou orgulhoso ao longo dos 12 anos, Roney evitou apontar uma situação e preferiu enaltecer a linha de conduta da Aiki Kaizen. “Nós temos orgulho da forma com que apresentamos o aikidô e a importância que a arte tem na vida das pessoas, ajudando na superação de barreiras e limites. O aikidô é uma ponte que pode ajudar de muitas formas, seja na concentração para o vestibular, na disciplina para os estudos, na harmonia com o mundo exterior, escola, família e trabalho. Aprendemos a desviar, enfrentar e superar as adversidades”, completou.

Escola Aiki Kaizen completa 12 anos de fundação

A atividade comemorativa reuniu praticantes de diversas cidades em Piracicaba (Foto: Gerhard Waller Groo)

Início